Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





 JOÃO MAGUEIJO

16.03.15

joao_magueijo.jpgJoão Magueijo, físico 

 

Na sua infância, quais foram os primeiros contactos que teve com a Ciência?

Primeiro foi a química, aí pelos 8 anos: tinha a mania de fazer experiências e havia uma drogaria em Évora que me vendia tudo, um escândalo! A física veio mais tarde, quando o meu pai me ofereceu “A evolução da física” de Einstein e Infeld.

 

 A influência familiar condicionou, de alguma forma, o seu gosto pela Ciência e/ou as suas escolhas profissionais?

Claro. Muito embora o meu pai seja de clássicas, teve sempre muito interesse pela ciência, e foi por aí que os meus primeiros contactos foram feitos.

 

 Que tipo de interferência exerce/exerceu na educação científica dos seus filhos?

Não tenho filhos.

 

Como vê o ensino (formal e não formal) das ciências em Portugal?

Saí de Portugal há muito tempo, portanto isto reflete outra era, talvez. Mas o ensino formal só me empecilhou. Fui aprendendo por mim.

 

Em que áreas científicas prevê que Portugal possa ter um maior desenvolvimento e uma maior contribuição para a melhoria do conhecimento científico mundial?

Não faço ideia.

 

Como acha que podem ser estimuladas, nas crianças, as qualidades inerentes a um bom cientista?

Isso não sei, mas sei como se pode evitar destrui-las: evitar que a educação formal destrua a curiosidade natural.   

 

Mais sobre o cientista:

 

João Magueijo nasceu em Évora no ano de 1967.

 

Fascinado pelos mistérios da física, cedo descobriu a sua veia científica e leu Einstein pela primeira vez aos 11 anos.

 

Estudou física na Universidade de Lisboa e completou o curso em Cambridge, onde prosseguiu os seus estudos.

 

Evidenciou-se de tal forma pela sua inteligência e energia na investigação científica que foi integrado numa parceria de pesquisa com outros cientistas que igualmente se destacaram, no Saint John’s College de Cambridge.

 

Posteriormente, foi membro das faculdades de Princeton e de Cambridge, estando actualmente a leccionar física teórica no Imperial College de Londres. As suas aulas incidem particularmente sobre a Teoria da Relatividade Geral, de Albert Einstein.

 

Cosmologista e professor de física teórica em Inglaterra, João Magueijo tem desenvolvido investigações acerca da origem e evolução do universo, estudando os aspectos mais complexos e que ainda se encontram por explicar no âmbito da teoria do Big Bang.

 

Recentemente, notabilizou-se como autor da teoria VSL (Variable Speed of Light), que procura explicar um dos grandes mistérios da cosmologia moderna (o problema do horizonte) com base no postulado de que a velocidade da luz nem sempre terá sido constante.

 

Enfrentou uma forte oposição por parte da comunidade científica, que o acusou de anarquia e heresia, simplesmente por colocar em causa os pilares da relatividade e de grande parte dos conhecimentos físicos actuais.

 

Escreveu vários livros, nomeadamente Mais rápido do que a luz (2003) e Bifes mal passados (2014)

 

Para saber mais sobre o cientista veja aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)








Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D